Resumo GoodReads: Antonio Carlos Bernardes Gomes, mais conhecido como Mussum, é um dos mais amados humoristas brasileiros. Mas você sabia que ele também era sambista? E que era torcedor fanático da Mangueira? E que serviu a Aeronáutica? Mussum é cultuado inclusive por quem não teve a oportunidade de vê-lo junto a Didi, Dedé e Zacarias no saudoso programa Os Trapalhões. Mussum forévis, a primeira biografia deste ídolo e artista multifacetado traz detalhes não só sobre sua carreira na TV, mas como músico em conjuntos como Os 7 Modernos e Os originais do samba. Este último inclusive costumava se apresentar como banda de apoio de artistas do porte de Elis Regina, Jorge Ben, Jair Rodrigues, Martinho da Vila e Baden Powell.

★★★★☆

Esse foi um livro que eu comprei, inicialmente, simplesmente porque estava em promoção. No entanto, há tanta informação histórica no conteúdo que eu posso afirmar, categoricamente, que foi uma das minhas melhores compras.

Seguindo a história de Antônio Carlos Bernardes Gomes, o conhecido Mussum, o livro explora desde a infância nas ruas do futuro humorista, passando por seu período de cadete militar (na aeronáutica), cobrindo a parte de sambista integrante de Os Originais do Samba e concluindo com a morte do humorista, parte integrante de Os Trapalhões.

Não apenas focando na pessoa-título, o livro também mostra a cena cultural e política desde os anos 50, quando Mussum passou a fazer parte dos Originais do Samba até o período em que era figurinha certa nos filmes dos Trapalhões. Obviamente, isso faz com que o livro se torne maior do que o necessário -- alguns pontos são interessantes, mas não necessariamente ligados à vida de Antônio Carlos -- mas nem por isso o conteúdo deixa de ser informativo.

PS: Acabei esquecendo de mencionar: A forma como o livro foi escrito é de uma acessibilidade tão grande que eu consegui ler todas as 440 páginas em apenas 3 dias.