Como se 2020 não fosse estranho o suficiente, Oracle comprou as operações do TikTok nos Estados Unidos, o que aparentemente não faz a menor sentido.

A não ser que faça.

Contexto 1

Por algum motivo, o presidente dos EUA acha que uma aplicação chinesa popular não deve operar em solo americano. Então TikTok seria banido da internet americana.

Por que? Não sei, mas provavelmente por causa de uma gerra de negócios.

Havia uma chance para que o TikTok continuasse funcionando nos EUA: se for controlado por uma empresa americana.

Contexto 2

Oracle é famosa por seus bancos de dados. Quando alguém diz "Oracle", a maior parte dos desenvolvedores pensa em bancos de dados, tanto pelo banco com o mesmo nome ou pelo MySQL ou pelo SQLite12.

Assim, quando as notícias de qua a Oracle estaria comprando as operações do TikTok nos EUA apareceu, isso confundiu várias pessoas, ao ponto de dizer que isso não serviria pra nada.

Mas, na verdade, serve. Um bocado. E por isso que precisamos de mais contexto.

Contexto 3

Oracle também está num mercado chamado "provedores de cloud". Esse mercado é liderado pela Amazon com o AWS, seguido pela Microsoft com o Azure, depois pelo Google com o Google Could Platform (GCP) e uma mistura da Huawei com o Huawei Cloud e a Oracle com o Oracle Cloud.

Uma coisa importante, do ponto de vista de mercado, é quem está usando o seu produto. Você consegue um cliente grande e pode usar eles como prova da qualidade do seu produto.

AWS tem vários clientes, mas os mais proeminentes são a Amazon Store e a Netflix; Microsoft tem todo o Office365; Google tem Spotify. E, até alguns meses atrás, Oracle tinha nada (e a Huawei funciona no mercado chinês, que é basicamente um mercado fechado).

Context 4

A alguns meses, a Zoom fez um anúncio surpriendente dizendo que usaria o Oracle Cloud como provedor. Pessoas esperavam que o anúncio indicasse algo como Microsoft ou mesmo Google como provedores mas... Oracle? Foi uma grande surpresa mas, ao mesmo tempo, deu à Oracle a vantagem de dizer "o serviço de video-conferência mais usado agora roda na Oracle Cloud".

E isso faz sentido?

Faz. Não no ponto tecnológico, embora a Oracle possa tirar proveito do conhecimento de servir vários vídeos pela internet nas suas operações de cloud, mas dá outro nome de peso ao seu serviço de cloud. "TikTok, powered by Oracle Cloud" é um baita anuncio.

E é por isso que, pra mim, isso serve um bocado.

O grande perdedor

Quando as operações do TikTok estavam a venda, Oracle não era a única interessada: a Micrsoft estava adianta em conversas para ser o operator do serviço nos EUA.

Mas apesar disso, a Microsoft não é o grande perdedor nessa venda de operações. A Google é.

Lembrem que eu comentei que é considerado que o Google está no terceiro lugar no mercado de cloud? Agora Oracle tem Zoom e TikTok como endossadores e usuário dos serviços. E isso pode dar um baita impulso para o Oracle Cloud, mesmo que não seja conseguindo mais clientes ou mais lucro, mas com os números de serem hosts desses dois serviços podem dar a impressão que eles passaram do GCP.

É tudo uma jogada de marketing. E uma bem inteligente.


1

Sim, MySQL e SQLite são produtos Oracle.

2

NÃO! Não o SQLite! Oracle comprou o Berkeley DB, que está disponível na maior parte das distribuições Linux.