★☆☆☆☆

Vários problemas com a estrutura do livro.

Primeiro, não é um "Dossiê Jung". A parte sobre Jung, a pessoa, termina logo nos primeiro quinto do livro. A vida do médico/psicólogo nunca mais é revista.

Depois disso, começa uma explicação da psicologia analítica, criada por Jung, com todos os seus conceitos... E nenhum exemplo claro. Por exemplo, na parte de símbolos, é comentado que existem símbolos fixos, mas quais são esses símbolos (pelo menos, os primordias, como a casa e a mandala) não são citados. Então fica tudo em conceitos e nada palpável.

E ainda, existe muito mais opinião ("creio" em alguns pontos) e falta de conteúdo direto (como indicar ao leitor para "procurar na web") que realmente tiram a ideia de que é um trabalho completo.